quinta-feira, junho 27, 2013

Assobio do Alto

    Vem...



  Vejo a tempestade que corre nos dedos de Deus. 

   Cada nuvem vem se enrolando como cachos cinzas de belos anjos. 
   Ela vem... 

   Sem se importar com as desavisadas aves do céu, 
cortando as pipas, ou presenteando os fios dos postes com elas. 


   Vem ...
Varrendo o quintal dos andarilhos, 
penteando os cabelos longos do mato alto. 


   Vejo a tempestade vindo dos lábios de Deus, 
me contando histórias de amor entre as folhas que caem,
confidente do cheiro das dunas de terra quando se molham.




Um Obrigado especial à Elaine Michelatto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário